Karma Yoga

Quem se interessa por yoga sabe que existem diversas linhas dessa prática, algumas clássicas e outras mais modernas. Apesar de todas terem algo em comum, existem algumas especificidades em relação ao foco de cada uma.

Você já ouviu falar de Karma Yoga, uma das linhas mais tradicionais que existem? Conheça um pouco sobre esse tipo de yoga que une o equilíbrio interior com o altruísmo e a religiosidade.

Karma Yoga e atitude

A Karma Yoga é um dos tipos mais antigos de yoga que existem e aparece no Bhagavad-Gita, uma das principais escrituras da Índia. Neste texto sagrado, Krishna leva os ensinamentos desta prática a seu discípulo Arjuna, para que este encontrasse a paz.

Esta vertente tem como objetivo levar o indivíduo à ação. Na Karma Yoga, esta ação é entendida como a prática de focar menos em si e mais nos seus atos para com os outros. Por isso, essas ações devem ser desinteressadas e desprendidas de desejos de sucesso e resultados individuais. É, por este motivo, uma prática voltada para o espírito e para a religiosidade, libertando o indivíduo de sentimentos como o medo, a ambição e o egoísmo.

A ideia é que, a partir da prática do Karma yoga, a pessoa se torne mais conectada com a humanidade.

Karma Yoga e altruísmo

É um tipo de yoga com perspectiva altruísta, ou seja, é uma prática voltada para uma integração com a natureza e os seres. Não tem como foco principal o eu interior, mas sua conexão com o exterior. Isso se dá por meio do encontro do equilíbrio da mente e do coração.

A Karma Yoga é uma prática voltada àqueles que querem se desprender do ego e focar menos em seus resultados e expectativas pessoais. Isso não quer dizer que esta linha da yoga não permita a realização do autoconhecimento.

Pelo contrário, o indivíduo deve se sentir bem com ele mesmo, para assim, poder se conectar aos outros.

Como praticar?

O foco na Karma Yoga não é apenas na prática física, mas principalmente no equilíbrio mental. Por isso, o objetivo vai muito além da realização das posturas. A meditação nesta vertente é essencial e o uso de mantras também é recorrente.

Além disso, é importante que o indivíduo tenha em mente os princípios dessa linha de yoga para aplicá-los em seu cotidiano e nas relações com os outros.

É imprescindível também ter um tempo para olhar para o seu lado espiritual, tentando manter a mente equilibrada e focada nos sentimentos altruístas. Assim, a prática pode atingir seu objetivo que é a busca pela paz interior e harmonia com os outros seres.

A Karma Yoga, portanto, não difere tanto de outras práticas de yoga. Apenas tem como objetivo um olhar mais cuidadoso para as questões que nos levam a olhar muito para si, esquecendo-se do mundo ao nosso redor.

Ainda que tenha como foco a ação desinteressada, mira a necessidade de desenvolver o autoconhecimento. É, portanto, uma vertente que pode dialogar com outras práticas.

Se você gostou, não esqueça de avaliar o artigo

Avaliação: 0/5 (0 votos)
Por favor, ajude-nos a compartilhar esta página em suas redes sociais para que possamos alcançar mais pessoas que precisam de nossa ajuda nesses temas. Você só precisa clicar em um dos botões abaixo. Obrigado!

Participa, deixe seu comentário

Outros artigos

Bhakti Yoga

Este Yoga tem como objetivo desenvolver a fé, por isso, também é conhecida como Yoga Devocional. Através da meditação, da oração e de práticas altruístas se pode reconhecer o divino em todas as formas e seres.

Jñana Yoga

Um dos métodos de Yoga mais difíceis de praticar é o Jñana Yoga, exigindo muita força de vontade e determinação. Seus caminhos são permeados de conhecimento, sabedoria, discernimento intelectual e investigação de sua própria natureza.

Raja Yoga

Voltar-se para dentro, voltar-se para si. O Raja Yoga traz esta disciplina mental que conversa com o mais profundo do seu eu. Isso porque entende o poder da liberdade e a habilidade que temos em guiar a nossa mente e sentimentos.

Yoga facial

A yoga é uma muito conhecida e buscada por quem deseja trabalhar corpo e mente simultaneamente. O que nem todo mundo sabe é que também existe a yoga facial, que pode ser feita em casa, por meio de alguns exercícios que trabalham a musculatura do rosto.